terça-feira, setembro 25, 2012

DO "minuto de sabedoria"...



Só para rir mais um pouco...porque a melhor coisa do mundo é rir!!!

A verdadeira felicidade está nas pequenas coisas:  uma pequena mansão, um pequeno yate, uma pequena fortuna...
Se procuras uma mão disposta a ajudar-te… encontrá-la-á na extremidade do teu braço.
Peixe que luta contra a corrente, morre electrocutado.
Aquele que ri por último... é porque pensa mais lento.
O amor eterno dura três meses... ou quatro.
O dinheiro não faz a felicidade... Compra-a feita.
As mulheres perdidas... são as mais procuradas.
Se a montanha vier até ti... CORRE!!! É um deslisamento de terras!
Aquele que é capaz de sorrir quando tudo lhe esta calhando mal...  é porque já pensou em quem jogar a culpa.
Se não puderes convencê-los... confúnde-os.
Aquele que nasce pobre ou feio, tem muitas possibilidades de, quando crescer, se tornar em ambas as coisas.
Ter a conciência limpa... é sinal de má memória.
Há um mundo melhor...mas é caríssimo!
A esposa é a mulher que está ao nosso lado para nos ajudar a resolver os problemas... que não teríamos se não tivéssemos casados.
Se um dia sentires dentro de ti um grande vazio... COME: é fome!.

DAS LEIS...


Para rir um pouco...
 
 

LEIS DA ATRAÇÃO (COISAS QUE SE ATRAEM SEM ESFORÇO NENHUM):

Pobre e funk
Mulher e vitrines
Homem e cerveja
Chifre e dupla sertaneja
Carro de bêbado e poste
Tampa de caneta e orelha
Moeda e carteira de pobre
Tornozelo e pedal de bicicleta
Leite fervendo e fogão limpinho
Político e dinheiro público
Dedinho do pé e ponta de móveis
Camisa branca e molho de tomate
Tampa de creme dental e ralo de pia
Café preto e toalha branca na mesa
Dezembro na Globo e Roberto Carlos
Segundas-feiras e sono
Chuva e carro trancado com a chave dentro
Dor de barriga e final de rolo de papel higiênico
Bebedeira e mulher feia

 
1- LEIS BÁSICAS DA CIÊNCIA MODERNA:

Se mexer, pertence à Biologia.
Se feder, pertence à Química.
Se não funciona, pertence à Física.
Se ninguém entende, é Matemática.
Se não faz sentido, é Economia ou Psicologia.
Se não mexer, não feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é INFORMÁTICA.

 
2- LEI DA PROCURA INDIRETA:

O modo mais rápido de encontrar uma coisa é procurar outra.
Você sempre encontra aquilo que não está procurando..

 
3- LEI DA TELEFONIA:

Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.


4- LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:

Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém, muito menos em você...

 
5- LEI DA GRAVIDADE:

Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação.

 
6- LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS:

80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu e os outros 20% será baseada no único livro que você não leu.
 

7- LEI DA QUEDA LIVRE:

Qualquer esforço para agarrar um objeto em queda provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.

A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.
 

8- LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS:

A fila do lado sempre anda mais rápido.
Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.
 

9- LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA:

Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

 
10- LEI DO ESPARADRAPO:

Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda e o que não sai.

 
11- LEI DA VIDA:

Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral, engorda ou engravida.


12- LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS:

Toda partícula que voa sempre encontra um olho aberto.

sábado, abril 07, 2012

DO ESTRANHO...






O ESTRANHO




Alguns anos depois que nasci, meu pai conheceu um estranho, recém-chegado à nossa pequena cidade.


Desde o princípio, meu pai ficou fascinado com este encantador personagem, e em seguida o convidou a viver com nossa família.


O estranho aceitou e desde então tem estado conosco.


Enquanto eu crescia, nunca perguntei sobre seu lugar em minha família; na minha mente jovem já tinha um lugar muito especial.


Meus pais eram instrutores complementares:


Minha mãe me ensinou o que era bom e o que era mau e meu pai me ensinou a obedecer.


Mas o estranho era nosso narrador.


Mantinha-nos enfeitiçados por horas com aventuras, mistérios e comédias.


Ele sempre tinha respostas para qualquer coisa que quiséssemos saber de política, história ou ciência.


Conhecia tudo do passado, do presente e até podia predizer o futuro!


Levou minha família ao primeiro jogo de futebol.


Fazia-me rir, e me fazia chorar.


O estranho nunca parava de falar, mas o meu pai não se importava.


Às vezes, minha mãe se levantava cedo e calada, enquanto o resto de nós ficava escutando o que tinha que dizer, mas só ela ia à cozinha para ter paz e tranquilidade. (Agora me pergunto se ela teria rezado alguma vez, para que o estranho fosse embora).


Meu pai dirigia nosso lar com certas convicções morais, mas o estranho nunca se sentia obrigado a honrá-las.


As blasfêmias, os palavrões, por exemplo, não eram permitidos em nossa casa… Nem por parte nossa, nem de nossos amigos ou de qualquer um que nos visitasse. Entretanto, nosso visitante de longo prazo, usava sem problemas sua linguagem inapropriada que às vezes queimava meus ouvidos e que fazia meu pai se retorcer e minha mãe se ruborizar.


Meu pai nunca nos deu permissão para tomar álcool. Mas o estranho nos animou a tentá-lo e a fazê-lo regularmente.


Fez com que o cigarro parecesse fresco e inofensivo, e que os charutos e os cachimbos fossem distinguidos.


Falava livremente (talvez demasiado) sobre sexo. Seus comentários eram às vezes evidentes, outras sugestivos, e geralmente vergonhosos.


Agora sei que meus conceitos sobre relações foram influenciados fortemente durante minha adolescência pelo estranho.


Repetidas vezes o criticaram, mas ele nunca fez caso aos valores de meus pais, mesmo assim, permaneceu em nosso lar.


Passaram-se mais de cinquenta anos desde que o estranho veio para nossa família. Desde então mudou muito; já não é tão fascinante como era ao principio.


Não obstante, se hoje você pudesse entrar na guarida de meus pais, ainda o encontraria sentado em seu canto, esperando que alguém quisesse escutar suas conversas ou dedicar seu tempo livre a fazer-lhe companhia...


Seu nome?


Nós o chamamos 'Televisor'.


Nota: Agora tem um filho que se chama 'Computador'.






sábado, dezembro 31, 2011

DE MALAS PRONTAS...





Recebi esta mensagem de uma amiga e achei muito bonita...resolvi compartilhar :)

"Tenho e sempre tive a convicção de que esta vida aqui é uma estação de uma longa viagem de origem e destino desconhecidos.

Mas todas as vidas, a minha, a sua, a de todos, passam pelo mesmo caminho que leva ao crescimento humano e espiritual.

Tem quem queira prosseguir a viagem.
Tem quem queira passar voando pela estrada.
Tem quem queira interrompê-la abruptamente.
Tem quem passe alheio a tudo, até mesmo à vida.
Esse aí não vive na verdade… passa o tempo inteiro da viagem sentado a beira do caminho.
Sem aprender, sem progredir… sem crescer. Não viaja, nem vive… só sobrevive.


Pra alguns a viagem é curta… nem chega a desembarcar, embarca de volta. Pra outros a viagem é loooonga!


Há quem leve na bagagem experiências ruins e aprenda com elas. N’outras bagagens as experiências ruins se transformam em peso… pesam muito, viram mágoa e se transformam em doença.
Na minha bagagem, as experiências ruins transformo em aprendizado.
Isso as tornam leves.


Na minha estrada observo cada pedrinha do caminho.

O sol, a chuva, as folhas, as plantas, animais.
Sou feliz por viver, por respirar, andar, enxergar, poder falar, ter corpo perfeito, cérebro que funciona, mente que trabalha.


Observo especialmente o ser humano e suas diversas vestes.

Não as do corpo… porque são irrelevantes.
Mas as da alma.
A veste da cultura pode encobrir uma personalidade bronca, rude, vazia, egoísta.
O ouro, a riqueza… podem encobrir a pobreza extrema do espírito
Em contrapartida a veste da simplicidade pode encobrir um espírito de um estado de nobreza irretocável, sutil, de uma elevação indescritível.


Fim de ano é tempo de repensar.

Reavaliar o que foi feito durante um ano inteiro e sobre o que se pretende mudar.
Ano novo é hora de novos sonhos, novas auto–propostas.
Não adianta sonhar, ter um reveillon maravilhoso, se não houver um reveillon íntimo.
Roupas não vão vestir nem o meu nem o seu futuro.
Não importa se vou passar de branco, de prata, numa festa em família, vendo a queima de fogos... com champanhe, num lugar chiquérrimo, na montanha, à beira da praia ou num barraquinho.


Nem o cenário nem o figurino são essenciais... são meros detalhes.

Não importa se vou virar o ano dormindo.
Só não posso dormir por mais um ano.
Fechar os olhos aos meus objetivos, às minhas metas, ao meu melhoramento.
Se eu fizer isso não será um ano novo.
Não será nada além de “mais um novo ano velho”.


Fecho o ano agradecendo.


Agradecendo a chance de existir, de respirar, andar, enxergar.

Ter tido o privilégio de ser trazida a terra pelos meus anjos: pai e mãe.
Ter uma família especial, ter tido uma infância de sonhos e oportunidade de aprendizado de vida, de valor imensurável.
Oportunidade de ter saúde bastante para dar vida à outra vida.
Oportunidade de trabalho, sob todos os ângulos.
Pela oportunidade da queda que ensina a levantar...
Pela oportunidade dos enganos, pra aprimorar escolhas.

Pela tentativa constante e incansável de manter mãos e coração limpos. Pela presença de pessoas que me amam e a quem amo também.
E o presente de amigos “presentes”, os mais distantes, os de sempre e os que chegaram de surpresa.


Estou pronta pra me revisar... me reavaliar.

Estou de malas prontas.


Faça as malas você também...

Deixe pra traz o que você não conseguiu melhorar.
Melhore-se, melhore a vida de quem puder... melhore o seu jeito de olhar e agir com o outro, com o mundo.

Siga em frente e boa viagem!




Um feliz ano-novo a todos!

segunda-feira, outubro 17, 2011

DO FAZER...

Faça alguma coisa!!!



Quando tiveres algum problema,faça alguma , coisa!



Se não puder passar por cima, passe por baixo,passe através,dê a volta, vá pela direita,vá pela esquerda.
Se não puder obter o material certo,vá procurá-lo.
Se não puder encontrá-lo,substitua-o.
Se não puder substituí-lo,improvise.
Se não puder improvisar,inove.
Mas acima de tudo,faça alguma coisa!!
Há dois gêneros de pessoas que nunca chegam a lugar nenhum:



as que não querem fazer nada e as que só inventam desculpas.





DA ESTRATÉGIA...


ESTRATÉGIA


Um senhor vivia sozinho em Minnesota.
Ele queria virar a terra de seu jardim para plantar flores, mas era um trabalho muito pesado.

Seu único filho, que o ajudava nesta tarefa, estava na prisão.
O homem então escreveu a seguinte carta ao filho:
"Querido Filho, estou triste, pois não vou poder plantar meu jardim este ano.
Detesto não poder fazê-lo, porque sua mãe sempre adorava as flores,


esta é a época do plantio.
Mas eu estou velho demais para cavar a terra.
Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar, pois estás na prisão.
Com amor, Seu pai."

Pouco depois, o pai recebeu o seguinte telegrama:



"PELO AMOR DE DEUS, pai, não escave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos"



Como as correspondências eram monitoradas na prisão...
Às quatro da manhã do dia seguinte, uma dúzia de Agentes do FBI e Policiais apareceram, e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar nenhum corpo.

Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho contando o que acontecera.

Esta foi a resposta:
"Pode plantar seu jardim agora, pai. Isso é o máximo que eu posso fazer no momento."



Estratégia é tudo!!!

Nada como uma boa estratégia para conseguir coisas que parecem impossíveis.
Assim, é importante repensar sobre as pequenas coisas que muitas vezes nós mesmos colocamos como obstáculos em nossas vidas.

"Ter problemas na vida é inevitável,ser derrotado por eles é opcional"

DA PENEIRA...



As Três Peneiras...

Olavo foi transferido de projeto.
Logo no primeiro dia, para fazer média com o novo chefe,saiu-se com esta:

- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva. Disseram que ele...

Nem chegou a terminar a frase, e o chefe, apartou:

- Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das Três Peneiras?

- Peneiras? Que peneiras, Chefe?

- A primeira, Olavo, é a da VERDADE.
Você tem certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro.

- Não. Não tenho, não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram. Mas eu acho que...

E, novamente, Olavo é interrompido pelo chefe:

- Então sua história já vazou a primeira peneira.
Vamos então para a segunda peneira que é a da BONDADE.

O que você vai me contar, gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?

- Claro que não! Deus me livre, Chefe! - diz Olavo, assustado.

- Então, - continua o chefe - sua história vazou a segunda peneira.
Vamos ver a terceira peneira, que é a da NECESSIDADE.

Você acha mesmo necessário me contar esse fato ou mesmo passá-lo adiante?

- Não chefe. Pensando desta forma, vi que não sobrou nada do que eu iria contar.
- falou Olavo, surpreendido.

-Pois é Olavo! Já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras
- diz o chefe sorrindo e continua:
- Da próxima vez em que surgir um boato por aí, submeta-o ao crivo das Três Peneiras:

VERDADE - BONDADE - NECESSIDADE

Antes de obedecer ao impulso de passá-lo adiante, por que:

PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBER IDEIAS


PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS


PESSOAS MESQUINHAS FALAM SOBRE PESSOAS




(Tudo de bom esse texto!)

DO PALÍNDROMO...



Um PALÍNDROMO é uma palavra ou um número que se lê da mesma maneira nos dois sentidos, normalmente, da esquerda para a direita e ao contrário.

Exemplos: OVO, OSSO, RADAR.



O mesmo se aplica às frases, embora a coincidência seja tanto mais difícil de conseguir quanto maior a frase; é o caso do conhecido:

SOCORRAM-ME, SUBI NO ONIBUS EM MARROCOS.

Veja uma seleção dos melhores palíndromos da língua de Camões...


ANOTARAM A DATA DA MARATONA



ASSIM A AIA IA A MISSA

A DIVA EM ARGEL ALEGRA-ME A VIDA

A DROGA DA GORDA

A MALA NADA NA LAMA

A TORRE DA DERROTA

LUZA ROCELINA, A NAMORADA DO MANUEL, LEU NA MODA DA ROMANA: ANIL É COR AZUL

O CÉU SUECO

O GALO AMA O LAGO

O LOBO AMA O BOLO

O ROMANO ACATA AMORES A DAMAS AMADAS E ROMA ATACA O NAMORO

RIR, O BREVE VERBO RIR

A CARA RAJADA DA JARARACA

SAIRAM O TIO E OITO MARIAS



ZÉ DE LIMA RUA LAURA MIL E DEZ





DO TEMPO...



O TEMPO





Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer, e tempo de morrer;



tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Há tempo de adoecer, e tempo de curar;

tempo de derrubar, e tempo de edificar;
Há tempo de chorar, e tempo de rir;

tempo de prantear, e tempo de dançar;
Há tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntá-las;

tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar;
Há tempo de buscar, e tempo de perder;

tempo de guardar, e tempo de jogar fora;
Há tempo de rasgar, e tempo de coser;

tempo de estar calado, e tempo de falar;



Há tempo de amar, e tempo de odiar;



tempo de guerra, e tempo de paz.




(Eclesiaste 3:1-8)

DO GRITO...

Porque gritamos?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta aos seus discípulos:
"Porque é que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?"
"Gritamos porque perdemos a calma", disse um deles.
"Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado?" Questionou
novamente o pensador.
"Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça", retrucou outro
discípulo.

E o mestre volta a perguntar:
"Então não é possível falar-lhe em voz baixa?" Várias outras respostas surgiram,
mas nenhuma convenceu o pensador

Então ele esclareceu:

"Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido?"
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, os seus corações
afastam-se muito.Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para se ouvirem um ao outro, através da grande distância.



Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão apaixonadas? Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê? Porque os seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena. Às vezes os seus corações estão tão próximos, que nem falam, somente sussurram. E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer de sussurrar, apenas se olham, e basta. Os seus corações entendem-se. É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas."

Por fim, o pensador conclui, disse:

"Quando vocês discutirem, não deixem que os vossos corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta".



Mahatma Gandhi

quinta-feira, setembro 08, 2011

DESAPARECIDOS...





Não custa nada dar uma olhadinha e ajudar...

segunda-feira, abril 11, 2011

HAJA CAPIM...


No Curso de Medicina, o professor se dirige ao aluno e pergunta:

- Quantos rins nós temos?

- Quatro! Responde o aluno.

- Quatro? Replica o professor, arrogante, daqueles que sentem prazer em tripudiar sobre os erros dos alunos.

- Tragam um feixe de capim, pois temos um asno na sala. Ordena o professor a seu auxiliar.

- E para mim um cafezinho! Replicou o aluno ao auxiliar do mestre.

O professor ficou irado e expulsou o aluno da sala.

Ao sair da sala, o aluno ainda teve a audácia de corrigir o furioso mestre:

- O senhor me perguntou quantos rins 'NÓS TEMOS'. 'NÓS' temos quatro: dois meus e dois seus. 'NÓS' é uma expressão usada para o plural. Tenha um bom apetite e delicie-se com o capim.



Moral da História:


A VIDA EXIGE MUITO MAIS COMPREENSÃO DO QUE CONHECIMENTO.




Às vezes as pessoas, por terem um pouco a mais de conhecimento ou acreditarem que o tem,


se acham no direito de subestimar os outros...



E haja capim!!!

sábado, janeiro 01, 2011

COISAS DA VIDA...


"Já escondi um amor com medo de perdê-lo,

Já perdi um amor por escondê-lo...

Já segurei nas mãos de alguém por estar com medo,

Já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.

Já expulsei pessoas que amava de minha vida,

Já me arrependi por isso...

Já passei noites chorando até pegar no sono,

Já fui dormir tão feliz,

Ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...

Já acreditei em amores perfeitos,

Já descobri que eles não existem...

Já amei pessoas que me decepcionaram,

Já decepcionei pessoas que me amaram...

Já passei horas na frente do espelho

Tentando descobrir quem sou,

Já tive tanta certeza de mim,

Ao ponto de querer sumir...

Já menti e me arrependi depois,

Já falei a verdade

E também me arrependi...

Já fingi não dar importância a pessoas que amava,

Para mais tarde chorar quieto em meu canto...

Já sorri chorando lágrimas de tristeza,

Já chorei de tanto rir...

Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,

Já deixei de acreditar nas que realmente valiam...

Já tive crises de riso quando não podia...

Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns,

Outras vezes falei o que não pensava para magoar outros...

Já fingi ser o que não sou para agradar uns,

Já fingi ser o que não sou para desagradar outros...

Já senti muita falta de alguém,

Mas nunca lhe disse...

Já gritei quando deveria calar,

Já calei quando deveria gritar...

Já contei piadas e mais piadas sem graça,

Apenas para ver um amigo mais feliz...

Já inventei histórias de final feliz

Para dar esperança a quem precisava...

Já sonhei demais,

Ao ponto de confundir com a realidade...

Já tive medo do escuro,

Hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali"...

Já caí inúmeras vezes

Achando que não iria me reerguer,

Já me reergui inúmeras vezes

Achando que não cairia mais...

Já liguei para quem não queria

Apenas para não ligar para quem realmente queria...

Já corri atrás de um carro,

Por ele levar alguém que eu amava embora.

Já chamei pela mãe no meio da noite

Fugindo de um pesadelo,

Mas ela não apareceu

E foi um pesadelo maior ainda...

Já chamei pessoas próximas de "amigo"

E descobri que não eram;

Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada

E sempre foram e serão especiais para mim...

Não me dêem formulas certas,

Porque eu não espero acertar sempre...

Não me mostre o que esperam de mim,

Porque vou seguir meu coração!...

Não me façam ser o que eu não sou,

Não me convidem a ser igual,

Porque sinceramente sou diferente!...

Não sei amar pela metade,

Não sei viver de mentiras,

Não sei voar com os pés no chão...

Sou sempre eu mesma,

Mas com certeza não serei a mesma para sempre... "


Com o tempo aprendi que o que importa não é O QUE você tem na vida, mas QUEM você tem na vida...

E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.


(Desconheço o autor)


Gosto de cada um de vocês de um jeito especial e único...

Um feliz ano de 2011 para todos.


Beijos.

domingo, outubro 24, 2010

VIVER OU JUNTAR DINHEIRO?

Viver ou juntar dinheiro?

Mensagem muito interessante de um ouvinte da CBN :

"Prezado Max meu nome é Renato, tenho 61 anos, e pertenço a uma geração azarada.Quando eu era jovem as pessoas diziam em escutar os mais velhos, que eram mais sábios agora me dizem que tenho de escutar os jovens porque são mais inteligentes.Na semana passada eu li numa revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. E eu aprendi muita coisa. Aprendi por exemplo, que se eu tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos 40 anos, eu teria economizado R$ 30.000,00. Se eu tivesse deixado de comer uma pizza por mês teria economizado R$ 12.000,00 e assim por diante. Impressionado peguei um papel e comecei a fazer contas, e descobri para minha surpresa que hoje eu poderia estar milionário.Bastava eu não ter tomado as caipirinhas que eu tomei, não ter feito muitas das viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que eu comprei, e principalmente não ter desperdiçado meu dinheiro, em itens supérfluos e descartáveis. Ao concluir os cálculos percebi que hoje eu poderia ter quase R$ 500.000,00 na conta bancária. É claro que eu não tenho este dinheiro. Mas se tivesse sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso acho que me sinto feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer.E recomendo aos jovens e brilhantes executivos, que façam a mesma coisa que eu fiz.Caso contrário eles chegarão aos 61 anos com um monte de dinheiro, mas sem ter vivido a vida. "

quinta-feira, outubro 21, 2010

DO AMOR...


" O amor eterno é o amor impossível.
Os amores possíveis começam a morrer no dia em que se concretizam."



(Eça de Queiroz)

sábado, outubro 09, 2010

SENTIR-SE AMADO...


Sentir-se amado ...

(Martha Medeiros)

"Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando: 'Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho'."


segunda-feira, setembro 27, 2010

DA BURRICE...


"Há tantos burros mandando em homens de inteligência que, às vezes, fico pensando que burrice é uma ciência."


Antônio Aleixo

terça-feira, setembro 07, 2010

O CAMINHO DE CADA UM...


"Fizeram-nos acreditar que amor mesmo, amor a sério, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos...
Não nos contaram que o amor não é acionado, nem chega com hora marcada.
Fizeram-nos acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade.
Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém na nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta.
Nós crescemos através de nós mesmos. Se estivermos em boa companhia é só mais agradável.
Fizeram-nos acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava.
Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.
Fizeram-nos acreditar que o casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos.
Fizeram-nos acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto.
Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.
Fizeram-nos acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade.
Não nos contaram que estas fórmulas não dão certo, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.
Ah, também não nos contaram que ninguém nos vai dizer isto.
Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando estiveres muito apaixonado por ti mesmo, vais poder ser muito feliz e apaixonares-te por alguém"


(texto retirado de uma apresentação de slides)

SOLIDÃO...


Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo...
Isto é carência.

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...
Isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos...
Isto é equilíbrio.

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida...
Isto é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
Isto é circunstância.

Solidão é muito mais do que isto.

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma...


(Francisco Buarque de Holanda)

segunda-feira, junho 14, 2010

UM BOM CONSELHO...


A partir de hoje, trate a todos que encontrar como se fossem estar mortos à meia-noite.Ofereça a eles toda atenção, gentileza e compreensão de que você for capaz, e faça isso sem pensar em qualquer retribuição.


Sua vida nunca mais será a mesma novamente.

domingo, junho 13, 2010

MENINA DE PRATA...


MENINA DE PRATA


Havia uma menina
Cujo coração era de ouro
A sua bondade, infinita
Ela era um tesouro


Porém, nunca em sua existência
Fora de alguém a preferida
Ficava sempre em segundo lugar
Eternamente preterida


Até que um dia
De tudo ela se cansou
Resolveu dar um basta
E tudo acabou


Prata por fora
Com ouro interno se fundiu
Transformando-se em uma coisa só
Para sempre partiu


Porque a menina de prata
Era ouro puro por dentro
E ninguém percebeu
Do que era feita a tempo


A prata agora
Em puro ouro se tranformou
E para aqueles que quase gostavam
A menina de prata se acabou.



terça-feira, março 30, 2010

"PESSOAS BANHADAS A OURO"

"Para minha Flor, com carinho!

"Pessoas banhadas a ouro"

Quem seria eu se não o EU que sou.
Como seria eu, sendo outra pessoa?
Outro quem... ou qualquer...
Se fosse tu, seria metade
Se fosse eu, seria complemento.
Algum qualquer
Algum ninguém
Alguém que tem
sem saber quanto.
Se conhecesse o meu EU todo
me tornaria puro ouro.
Enfim...
como não sou o que escolho
Banhada ou não a ouro
Me procuro, me vasculho
Ao encontro de mim.

Duddy "

domingo, fevereiro 21, 2010

PESSOAS DE OURO TAMBÉM ENFERRUJAM...


Ultimamente tenho tido tanta decepção com pessoas que eu gosto...simultaneamente...
Não que eu não leve em conta que todos temos defeitos e tudo mais... mas as pessoas às vezes são más por prazer... fazem maldade, machucam, ferem... sem motivo e sem se importar.

E o pior é quando a gente vê enferrujar uma pessoa que julgávamos ser de ouro!
Um ser humano "humano", uma pessoa especial.
Às vezes uma mãe, um irmão, um amigo, um amor parte nosso coração... é inevitável e faz parte da vida.
Mas cada vez que isso acontece, vou perdendo a fé nas pessoas... também é inevitável...

É... até as pessoas de ouro enferrujam... e eu não quero ver onde esse mundo vai parar...


Então aí vai um poeminha triste e belo de um coração que foi partido e que ilustra bem o que estou falando :


"Eu poderia te amar até a eternidade...
Te dar todo carinho do mundo...
Poderia massagear sempre tuas costas cansadas...
Te beijar onde dói...toda vez que doesse...
Rir contigo toda vez que falasse algo engraçado...
Me encantar cada vez mais... cada dia que se passasse...
Poderia te beijar até não aguentar mais...até cair de sono...
Podria fazer carícias no teu pulso sem nunca me cansar....
Ficar refugiada no cantinho da tua orelha direita sem precisar sair dali...
Mas tudo se foi...passou...
Quando enfiaste palavras afiadas em meu peito, eu não chorei...
Não doí, não entristeci...
Apenas me senti dormente
Como se tudo parasse...
Como se tudo acabasse...
Me senti sem tato...
Não vi cores...
Não senti sabores...
Nem senti cheiros...
Eu apenas morri."
Sayonará...