sábado, janeiro 01, 2011

COISAS DA VIDA...


"Já escondi um amor com medo de perdê-lo,

Já perdi um amor por escondê-lo...

Já segurei nas mãos de alguém por estar com medo,

Já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.

Já expulsei pessoas que amava de minha vida,

Já me arrependi por isso...

Já passei noites chorando até pegar no sono,

Já fui dormir tão feliz,

Ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...

Já acreditei em amores perfeitos,

Já descobri que eles não existem...

Já amei pessoas que me decepcionaram,

Já decepcionei pessoas que me amaram...

Já passei horas na frente do espelho

Tentando descobrir quem sou,

Já tive tanta certeza de mim,

Ao ponto de querer sumir...

Já menti e me arrependi depois,

Já falei a verdade

E também me arrependi...

Já fingi não dar importância a pessoas que amava,

Para mais tarde chorar quieto em meu canto...

Já sorri chorando lágrimas de tristeza,

Já chorei de tanto rir...

Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,

Já deixei de acreditar nas que realmente valiam...

Já tive crises de riso quando não podia...

Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns,

Outras vezes falei o que não pensava para magoar outros...

Já fingi ser o que não sou para agradar uns,

Já fingi ser o que não sou para desagradar outros...

Já senti muita falta de alguém,

Mas nunca lhe disse...

Já gritei quando deveria calar,

Já calei quando deveria gritar...

Já contei piadas e mais piadas sem graça,

Apenas para ver um amigo mais feliz...

Já inventei histórias de final feliz

Para dar esperança a quem precisava...

Já sonhei demais,

Ao ponto de confundir com a realidade...

Já tive medo do escuro,

Hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali"...

Já caí inúmeras vezes

Achando que não iria me reerguer,

Já me reergui inúmeras vezes

Achando que não cairia mais...

Já liguei para quem não queria

Apenas para não ligar para quem realmente queria...

Já corri atrás de um carro,

Por ele levar alguém que eu amava embora.

Já chamei pela mãe no meio da noite

Fugindo de um pesadelo,

Mas ela não apareceu

E foi um pesadelo maior ainda...

Já chamei pessoas próximas de "amigo"

E descobri que não eram;

Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada

E sempre foram e serão especiais para mim...

Não me dêem formulas certas,

Porque eu não espero acertar sempre...

Não me mostre o que esperam de mim,

Porque vou seguir meu coração!...

Não me façam ser o que eu não sou,

Não me convidem a ser igual,

Porque sinceramente sou diferente!...

Não sei amar pela metade,

Não sei viver de mentiras,

Não sei voar com os pés no chão...

Sou sempre eu mesma,

Mas com certeza não serei a mesma para sempre... "


Com o tempo aprendi que o que importa não é O QUE você tem na vida, mas QUEM você tem na vida...

E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.


(Desconheço o autor)


Gosto de cada um de vocês de um jeito especial e único...

Um feliz ano de 2011 para todos.


Beijos.

7 Comments:

Blogger Gaby Almeida said...

Adoro esse texto...

domingo, janeiro 09, 2011 11:18:00 AM  
Blogger Equipo de Trabajo said...

Sabemos que nuestro blog no es como el suyo, pero entre en este enlace y descubra el tema mas caliente del fútbol español: Las mentiras del Sevilla FC, para apoderarse del pasado de otros. Le pedimos que realice un articulo sobre el tema, para que todos sepan la verdad.Gracias.
http://gacetadigital-lahistoriabiencontada.blogspot.com/search?updated-max=2010-12-31T02:52:00-08:00&max-results=15

segunda-feira, janeiro 10, 2011 7:36:00 PM  
Blogger Menina sapeca said...

Olá,
Passei por aqui por um acaso do destino e encontrei esse texto que eu adoro e que inclusive ja fiz Pos't sobre ele em meu blog.
Me identifico muito com ele, e se me permite falar, esse texto é da escritora Clarice Lispector (a minha preferida).
Gostei muito de seu blog, esta de parabéns.
Tenha uma boa noite.
Com Carinho
Jéssica Rizzardo

segunda-feira, janeiro 10, 2011 9:16:00 PM  
Blogger Liou said...

Interesante...

sexta-feira, janeiro 14, 2011 6:42:00 AM  
Blogger wallper.lima said...

Tive que me ausentar por um tempo, e de certa forma valeu, pois fiz algumas mudanças no Wallarte, trazendo algumas novidades, que modéstia parte ficou maravilhoso!
Espero contar com sua presença que pra mim, é mto importante.
Olá minha linda, como vc está? Tenho saudade, sinto falta de nossos papos...rsrsr...e os treinos como estão?
Realmente demorei a postar, mas agora estou voltando com toda força...espero vê-la por lá, e descobrir, qta coisa nova coloquei no blog...sobre a minha pessoa, e uma postagem linda!!!
Bjocas no nariz.
Wal

quarta-feira, janeiro 26, 2011 11:18:00 PM  
Blogger Poemas Anjo da Madrugada said...

Amooooooooo demaisss

terça-feira, março 22, 2011 1:11:00 PM  
Blogger Naki said...

ola, estava a passar por diferentes blogs quando me deparei com o teu. reparei que gostas de poesia e decidi partilhar dois dos meus poemas preferidos:


Tu já me arrumaste no armário dos restos
eu já te guardei na gaveta dos corpos perdidos

e das nossas memórias começamos a varrer
as pequenas gotas de felicidade
que já fomos.
Mas no tempo subjectivo
tu és ainda o meu relógio de vento
a minha máquina aceleradora de sangue
e por quanto tempo ainda
as minhas mãos serão para ti
o nocturno passeio do gato no telhado?

de Isabel Meyrelles.

__
Eu amo o teu gravador de chamadas.
Ele não me abandona
e repete vezes sem conta
a voz.

"Eu amo" de Pedro Mexia.

sábado, junho 18, 2011 10:20:00 PM  

Postar um comentário

<< Home